Conselho da Comunidade entrega Prêmio Benjamin Padoa a reeducandos e empresas

O Conselho da Comunidade de Campo Grande (CCG/MS), que tem como membros duas representantes do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul fez a entrega do “Prêmio Benjamin Padoa” a reeducandos e empresas parceiras contratantes. A solenidade foi realizada na sexta-feira (06/06), a partir das 8h no Auditório Dr. Nereu Aristides Marques, no prédio da Procuradoria Geral de Justiça do Estado, no Parque dos Poderes.

O Prêmio foi entregue para a reeducanda Lázara Martins dos Santos e para o reeducando Airton Rodrigues dos Santos. Também foram homenageados a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), a Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop) e a Empresa Proteco Construções.

O ato contou com a presença da Procuradora-Geral Adjunta de Justiça Jurídica Mara Cristiane Crisóstomo Bravo, que na oportunidade representou o Procurador-Geral de Justiça Humberto de Matos Brittes e com o Procurador de Justiça Evaldo Borges Rodrigues da Costa, Coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça da Habitação e Urbanismo e do Patrimônio Histórico e Cultural, que saudou os presentes em nome do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul.

O Promotor de Justiça Alexandre Lima Raslan, da 34ª Promotoria de Justiça e Membro Auxiliar da Presidência do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) representou no evento o Conselheiro Alexandre Saliba, do CNMP. Participaram ainda do evento as Promotoras de Justiça Jiskia Sandri Trentin (50ª Promotoria de Justiça) e Bianka Karina Barros da Costa (22ª Promotoria de Justiça), que fazem parte como membros do Conselho da Comunidade de Campo Grande e a Promotora de Justiça Regina Dornte Broch.

Fizeram parte da mesa o Promotor de Justiça Alexandre Lima Raslan; o Defensor Público do Estado de Mato Grosso do Sul Luciano Montalli, representando o Dr. Paulo Andre Defante; o Juiz de Direito da 2ª Vara de Execução e Presidente do Conselho da Comunidade de Campo Grande, Albino Coimbra Neto; a Promotora de Justiça Bianka Karina Barros da Costa; a Procuradora-Geral Adjunta de Justiça Jurídica Mara Cristiane Crisóstomo Bravo e o Diretor de Assistência Penitenciária Leonardo Arévalo Dias, representando a AGEPEN.

Conselho

O Conselho da Comunidade é um órgão criado pela Lei de Execução Penal para efetivar a participação da sociedade na recuperação de quem foi condenado por crime, assim como para auxiliar o Poder Judiciário na fiscalização da execução da pena. Seus conselheiros são nomeados pelo Juiz da Execução e devem visitar estabelecimentos penais, entrevistar, apresentar relatórios ao juiz da execução e diligenciar a obtenção de recursos materiais e humanos para melhor assistência ao internado, em harmonia com a direção do estabelecimento.

O Conselho da Comunidade de Campo Grande foi fundado no dia 15 de junho de 1992, inspirado no artigo 80 da Lei de Execução Penal e revitalizado no ano 2000, pelo MM Juiz de Direito da 1ª Vara de Execução Penal, Dr. Francisco Gerardo de Souza. O Conselho constituído para auxiliar os juízes e as autoridades constituídas junto aos egressos e a população carcerária em todas as tarefas vinculada à readaptação e reconquista da cidadania plena.

O Conselho da Comunidade oferece vários tipos de mão-de-obra, como por exemplo: alvenaria, construção civil, corte e costura, elétrica, hidráulica, jardinagem e paisagismo, pinturas e texturas, reciclagem de lixo e serviços gráficos.

Fonte:http://www.mp.ms.gov.br

Acessar Sistema

Este espaço é destino ao uso restrito dos funcionários da CCCGMS